MOOC’s, Flipped Classroom e a matemática da vida real

Pode ser divertido ensinar uma criança hoje em dia algo como matemática básica. A primeira coisa que me vem a mente é escolher um app interativo bem colorido e lúdico na App Store. Uma pesquisa rápida e descubro que posso ensinar a partir de “golpes de karatê”, de “gatinhos tocando instrumentos musicais”, de um “jogo de tabuleiro”, de “alienígenas e espaçonaves”, ou com mais de uma destas formas. As possibilidades são tantas que tenho de recorrer a um site de resenhas de aplicativos para crianças, como o apps4kids.net, para escolher aquele que melhor se adéqua à criança. Se for filha de músicos, vá nos gatinhos. Se for filha de um lutador de MMA, que tal karatê?!

Esta nova gama de ferramentas e aplicações educativas vem sendo desenvolvidas utilizando novas mídias, vídeos, jogos interativos, apps para tablets e smartphones. O objetivo, a efetividade do aprendizado, pode ser alcançado de forma divertida, interativa, social. Imagine agora isto em larga escala, em salas virtuais com dezenas (até milhares) de pessoas.

Se você for da minha época vai se lembrar da fatídica tabuada. Se eu fosse uma criança de hoje não iria querer estudar em uma sala de aulas clássica, decorando isso vezes aquilo… Que atraso…

Mas as coisas caminham rápido nos dias de hoje, e a grande aposta para um futuro muito em breve é que uma das próximas áreas a serem totalmente reformuladas será a educação.  Bem, além de aplicativos “bonitinhos e coloridinhos”, por onde devo começar? Duas coisas que você precisa acompanhar sobre este assunto.

1. MOOC’s

Massive open online course (MOOC) é um tipo de curso online de acesso livre via internet com objetivo de atingir a todos em larga escala. São a bola da vez no ensino a distância. Exemplos como Khan Academy e Coursera são claros direcionamentos de para onde segue o EAD.

Coursera

No Coursera por exemplo você pode fazer um curso de 7 semanas de Introdução ao Pensamento Matemático, e aprender como os matemáticos pensam, com um professor da Stanford University. Duas aulas por semana, discussões monitoradas, trabalhos em grupo, exame final, tudo o que você espera de uma graduação, porém totalmente a distância, sem custo (a não ser investimento do seu tempo e motivação).

No Khan Academy você pode praticar seus conhecimentos em matemática desde adição e subtração, até cálculo diferencial. Diversos de tipos de exercícios interativos, visuais, com ajuda, vídeos explicativos, e uma série de “inteligências artificiais” para que seu desenvolvimento e motivação sejam progressivos.

Khan Academy

2. FLIPPED CLASSROOM

O conceito de aula invertida é simples: ao invés de usar o tempo em sala de aula para apresentar os conceitos da aula (no quadro negro, ou nos livros didáticos), usa-se este tempo (onde está presente o professor) para discutí-los, exercitá-los, aplicá-los. No EAD podemos utilizá-lo num formato de blended learning, geralmente através de animações e vídeo aulas criadas pelos professores e educadores para que os alunos assistam antes da aula, e assim deixar o tempo na classe para solução de problemas e aplicação prática dos conceitos.

No TED-Ed (braço educacional do TED) por exemplo, além de transformarem os conteúdos das principais apresentações do TED em material para uso em sala de aula, eles criaram um framework que permite alunos e professores personalizarem os conteúdos. No site do TED-Ed, clicando no botão “Flip This Lesson”, qualquer um pode transformar qualquer dos vídeos em seu próprio material de ensino, se colocando assim no papel de professor. É genial!

TED-Ed

E como estamos falando de matemática até aqui, na série “Matemática da vida real”, além de assistir vídeos com uma abordagem inteligente para os assuntos, você tbm pode exercitar os conhecimentos aprendidos, se aprofundar neles, e a cereja do bolo, “Flip the Lesson”, customizar e compartilhar a lição. Ou seja, você pode realmente se apropriar dos conhecimentos.

E isso é só o começo do fim do atual modelo de ensino.

–x–

MOOC’S, Flipped Classrom and maths in the real life

It can be fun to teach kids nowadays something as basic as math. The first thing that comes to my mind is to choose an interactive, colourful and playfully application at the App Store. A quick search and I found that I can teach from “ karate blows”, from “cats playing musical instruments”, from a “board game” , from “aliens and spaceships”, or with more than one of these forms. There are so many possibilities that I have to resort a website with reviews about apps for kids, as apps4kids.net to choose the one that best suits to the children. If it’s a musician’s daughter, the cats app. If it’s a MMA fighter kid, what about the karate app?

This news range of educational tools and applications have been developed using new medias, videos, interactive games, apps for tablets and smart phones. The purpose, the effectiveness of learning can be reached in a fun, interactive and social way. So guess all this in a large scale, in virtual classes with dozens (even thousand) of people.
If you are my age will remember of the fateful multiplication bases. If I was a kid in nowadays I wouldn’t want to study In a classic classroom , memorising this times that … What a delay.

However things move fast these days, and the big odds to a closer future is that one of next areas to be completely reformulated is the education field. Well, besides “cute and colorful” applications, from where should I start? The two things you need to keep up on this.

1. MOOC’S

Massive Open Online Course (MOOC) it’s a kind of online course with free access through the internet in order to reach everyone in a large scale. They are the next big thing in distance learning. The examples like Khan Academy and Coursera are clear directions of the direction to where the DL is going. At Coursera, for example you can take a 7 weeks course of introduction to the Mathematical Thinking and learn how the mathematicians think with a teacher from Stanford University. Two classes per week, monitored discussions, teamwork, final exams, and everything you expect from a graduation, yet entirely distance and with no cost at all (besides the investment of your time and motivation).

The Khan Academy allows you to practice your knowledge in maths since addiction and subtraction , to differential calculus. There are various types of visual and interactive exercises, with the help of instructional games and a series of “ artificial intelligence” to make your development and motivation progressive.

2. FLIPPED CLASSROOM

The concept of an inverted class is simple: instead of using the time in class to show the concepts about the class (in the blackboard or in the textbooks) this time is used to (where the teacher is present) discuss, exercise and apply them. At the DL we can use them in a blended learning format, usually through animations and video classes created by teachers and educators so students can watch the classes, and leave the time in class for the solution of problems and concepts applications.

At TED-Ed (education arms form TED) for example, besides transform the mains content from TED’s presentations in material to be used in classroom, they also created an framework that allows the students and teachers to customize the content. At TED-Ed website by clicking ¨Flip the Lesson¨ anyone can transform any of the videos in your own teaching material, placing himself in the teacher’s place. It’s awesome!

As we are talking about math so far, in the series ¨Mathematics of the real life¨ besides watching to videos as an intelligent approach, you can also exercise all your knowledge learned, go deeper in that and the icing on the cake ¨Flip the Lesson¨ being able to customize and share lessons. In others word, you can really take ownership of knowledge.

And this is only the beginning of the end of the actual teaching method.